terça-feira, 30 de maio de 2017

10º Aniversário









Logo pela manhã telefonei para te dar os parabéns, a nossa conversa foi assim:

- Olá meu amor, muitos parabéns
- Obrigado avó
- Já tiveste muitas prendas?
- A mãe deu-me um lego grande, com muitas peças……..
- Olha amor, a avó não tem dinheiro para te comprar mais nada (já lhe tinha oferecido umas calças de ganga)
- (resposta imediata) – Mas eu já tenho tudo
- não percebendo o que ele queria dizer perguntei – Tudo amor?
- Sim avó, já vos tenho a vocês.

Este é o amor puro e verdadeiro, sem qualquer tipo de interesse.
Obrigada, meu amor.

Maria Antonieta Oliveira
30-05-2017


terça-feira, 18 de abril de 2017

10º Aniversário


Apenas umas simples palavras
Foste tu, meu pequeno homem que fizeste de mim a avó que hoje sou
Não, porque és filho da minha filha, não, só por isso já seria avó
Mas sim, porque aprendi a amar incondicionalmente um ser que também é
sangue do meu sangue, sem o ser na totalidade.
Outra fase, outro tempo, e dou-te muito mais de mim, do que outrora dei à tua mãe
Brincamos, e a brincar vamo-nos tornando cúmplices na amizade que nos une.
Fizeste de mim a Avozita que deu a conhecer, o outro lado de mim.
Para ti, meu querido Rafito, desejo toda a felicidade do mundo.
Que Deus me ajude a ainda durante alguns anos, poder olhar o teu sorriso, e sorrir contigo.
Amo-te!
Maria Antonieta Oliveira
17-04-2017

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016














Ao telefone contigo, amor:
- A Ica está-se a rir
- Está a brincar com o pai
- E tu, estás ao telefone com a avó
- Que é bem melhor!
- É melhor, amor?
- É, tem alguma graça estar ali a brincar com o pai?!

Mesmo que seja apenas uma forma de ficar bem visto,
são estas mentirinhas que me fazem sorrir de alegria.

Maria Antonieta Oliveira
12-12-2016

terça-feira, 18 de outubro de 2016



Tão bala lão
Cabeça de cão
Menino bonito do meu coração
O sono matreiro
O menino vencido
E assim dormias a sesta.

Tão bala lão
Cabeça de cão
Menina bonita do meu coração
De novo a canção
Agora para a princesa
Teimosa e rabina
E lá adormecia
Pelo sono vencida.

Depois
No meio dos dois
Cantamos assim:
Tão bala lão
Cabeça de cão
Meninos bonitos do meu coração

Rimos, brincamos
E somos felizes.

Maria Antonieta Oliveira
17-10-2016


quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Rafael (Acróstico)





R isonho o petiz
A legre e saltitão
F eliz e brincalhão
A gitado e reguila
E sperto e traquina
L indo meninão.

Maria Antonieta Oliveira



segunda-feira, 3 de outubro de 2016














Rebelde, traquinas, chorão
Rezingão quando o sono apertava
Embalado ao som de uma canção
Que a avó te cantava
Adormecias tranquilo
E nesse soninho descansado,
Sonhavas.

Maria Antonieta Oliveira
03-10-2016

sábado, 1 de outubro de 2016












Francisca e Tieta encontraram-se a varrer o jardim do avô Vitó
- Avó, vamos varrer isto tudo para arranjarmos o parque infantil
- Sim, querida vamos varrer tudo para ficar limpinho
- Eu varro aqui, tu varres ali, avó
E avó e neta varreram o jardim, de gargalhada em gargalhada.
- Já está, avó, deixa-me arrumar isto para ficar um parque infantil bonito.
E as coisas mudaram de sítio na tentativa de ficar do agrado dos meninos
inventados na mente brilhante da princesa de sua avó.
O carro vai para ali, não, a bicicleta é que vai.
A mesa mais para lá fica melhor, mas, não pode ser porque atrapalha
a baliza do mano que joga à bola com o menino vizinho.
O escorrega desce de piso, fica melhor, com mais espaço para escorregar.
As flores ficavam bem num outro local, mas os vasos são pesados,
e tudo fica na mesma.
E assim, avó e neta passaram bons momentos no jardim do avô.

Maria Antonieta Oliveira
01-10-2016