quinta-feira, 8 de março de 2018

Surpresa Boa








O telemóvel tocou, tirei-o do bolso e vi uma carinha risonha, que muito amo, no nome do remetente dizia – Rafael amor da avó – de certeza que o meu sorriso foi de orelha a orelha, o meu coração bateu mais forte e atendi
- Olá avó
- Olá meu amor
- Parabéns pelo dia da mulher, é o teu dia
Uma lágrima sorriu no canto do olho
- Obrigada, meu amor, estou muito feliz, meu querido.
- Aonde estão?
- No café, meu querido.
- Ah pois, logo vi, telefonei para casa e pensei, duas horas, devem estar no café
- Já sabes como é (sorrisos)
- Sabes avó, amanhã é a minha visita de estudo
- Aonde vais, amor?
- Ao Mosteiro de Alcobaça
- Ah, a avó já lá foi
- Levaste lá a mãe? A mãe diz que também já lá foi.
- Pois, se calhar fomos juntas, já não me lembro se foi assim
A Ica também já está em casa?
- Não, ela só sai às 4, se Deus quiser a essa hora já cá está
- Sim amor, se Deus quiser estará.
Beijinhos e mais beijinhos trocados entre palavras de muito amor verdadeiro, e o telemóvel foi para a mão do avô que ansiava falar com o seu amor.
São estas surpresas boas, que me fazem sorrir e chorar de felicidade.

Maria Antonieta Oliveira
08-03-2018

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Conversa a Três




Sentados na cama do Rafa, falávamos enquanto ele jogava Maxcraft, construía casas e mobilava-as
…/…
Eu - Qual é o meu quarto?
- Escolhe um qualquer, avó, são todos teus
…/…
- Quando a avó for velhinha já não ligas à avó
- Quando tu fores velhinha, o avô for velhinho, a mãe e o pai forem velhinhas, vou tratar de vocês, dou-vos banho, de comer…..
Diz a Ica – Quando os pais forem velhinhos já a avó não está cá
- Está sim, a avó está sempre aqui
Eu - A avó estará sempre no teu pensamento
- Não avó, tu vais estar sempre no meu coração.

Maria Antonieta Oliveira
10-02-2018

sábado, 29 de julho de 2017

Avó Tieta





De mão na mão a caminhar, a conversa flui
- avó, não quero que morras, quero que vivas muitos anos para os meus filhos te conhecerem
- não sei amor, a avó já é velhota
- não és não, és só um bocadinho
e continuou…..
- se eu tiver uma menina chamo-lhe avó Tieta (risos), ai avó (continuam os risos), chamo-lhe Antonieta, faço como a mãe fez comigo, que me chama Francisca, que era o nome da tua mãe
- sim, a minha mãe chamava-se Francisca, era a avó da mãe
- pois avó, eu sei
E caminhando de mão na mão a conversa flui.

Maria Antonieta Oliveira
29-07-2017

terça-feira, 30 de maio de 2017

10º Aniversário









Logo pela manhã telefonei para te dar os parabéns, a nossa conversa foi assim:

- Olá meu amor, muitos parabéns
- Obrigado avó
- Já tiveste muitas prendas?
- A mãe deu-me um lego grande, com muitas peças……..
- Olha amor, a avó não tem dinheiro para te comprar mais nada (já lhe tinha oferecido umas calças de ganga)
- (resposta imediata) – Mas eu já tenho tudo
- não percebendo o que ele queria dizer perguntei – Tudo amor?
- Sim avó, já vos tenho a vocês.

Este é o amor puro e verdadeiro, sem qualquer tipo de interesse.
Obrigada, meu amor.

Maria Antonieta Oliveira
30-05-2017


terça-feira, 18 de abril de 2017

10º Aniversário


Apenas umas simples palavras
Foste tu, meu pequeno homem que fizeste de mim a avó que hoje sou
Não, porque és filho da minha filha, não, só por isso já seria avó
Mas sim, porque aprendi a amar incondicionalmente um ser que também é
sangue do meu sangue, sem o ser na totalidade.
Outra fase, outro tempo, e dou-te muito mais de mim, do que outrora dei à tua mãe
Brincamos, e a brincar vamo-nos tornando cúmplices na amizade que nos une.
Fizeste de mim a Avozita que deu a conhecer, o outro lado de mim.
Para ti, meu querido Rafito, desejo toda a felicidade do mundo.
Que Deus me ajude a ainda durante alguns anos, poder olhar o teu sorriso, e sorrir contigo.
Amo-te!
Maria Antonieta Oliveira
17-04-2017

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016














Ao telefone contigo, amor:
- A Ica está-se a rir
- Está a brincar com o pai
- E tu, estás ao telefone com a avó
- Que é bem melhor!
- É melhor, amor?
- É, tem alguma graça estar ali a brincar com o pai?!

Mesmo que seja apenas uma forma de ficar bem visto,
são estas mentirinhas que me fazem sorrir de alegria.

Maria Antonieta Oliveira
12-12-2016

terça-feira, 18 de outubro de 2016



Tão bala lão
Cabeça de cão
Menino bonito do meu coração
O sono matreiro
O menino vencido
E assim dormias a sesta.

Tão bala lão
Cabeça de cão
Menina bonita do meu coração
De novo a canção
Agora para a princesa
Teimosa e rabina
E lá adormecia
Pelo sono vencida.

Depois
No meio dos dois
Cantamos assim:
Tão bala lão
Cabeça de cão
Meninos bonitos do meu coração

Rimos, brincamos
E somos felizes.

Maria Antonieta Oliveira
17-10-2016